Banda de Música da PM visa resgatar crianças de rua com projeto “Menino Tocador” | Cenário do Tocantins, Notícias do Tocantins, Política, Economia, Agronegócio
Palmas-TO 31/10/2014
Banda de Música da PM visa resgatar crianças de rua com projeto “Menino Tocador”

A Banda da PM-TO irá ensinar jovens entre 12 e 17 anos a tocar. Uma forma de retirar meninos de rua e proporcionar melhores perspectivas de vida.

Menino Tocador, este é o nome de um projeto que pretende, através da música, ajudar menores de 12 a 17 anos a deixarem a rua e ter, quem sabe, uma profissão. O projeto é da Polícia Militar (PM) e deverá ter início já no primeiro semestre de 2012. A Banda de Música da PM acerta os últimos detalhes para a execução do projeto.

Segundo informações da ASCOM-PM, o objetivo do projeto é criar bandas mirins no Estado. Para isso, cada unidade da corporação que possui uma Banda de Música (Palmas, Araguaína, Gurupi e Arraias) ficará responsável pela região na qual está circunscrita geograficamente para atrair essas crianças e adolescentes.

No entanto, segundo o Tenente Edson Monteiro da Silva, clarinetista e e maestro da Banda de Música de Palmas (QCG) desde 2001, antes de entrar para o projeto, os candidatos a músicos farão um teste vocacional, com ênfase em afinação e ritmo.

De acordo com o Comandante Geral da PMTO, coronel Marielton Francisco dos Santos, esse é um projeto que tem tomada bastante atenção do Comando Geral da PM. Segundo ele, a realização do Menino Tocantins é um anseio do governador Siqueira Campos.

O “Menino Tocador” vai ser realizado em parceria com as prefeituras, que cederão espaços físicos com estruturas montadas, inclusive com instrumentos, e a PMTO entrará com o seu pessoal para os ensinamentos. O tenente Monteiro adianta que o projeto está aberto a novas parcerias.

História e atuação

A Banda de Música da PMTO foi criada no ano de 1989 pelo então comandante geral cel QOPM Osvaldo Mota, que designou, no início daquele ano, o então capitão QOPM Antonio de Jesus Tavares e o 3º sargento QPEPM Manoel Conceição Pereira de Abreu para irem à região nordeste – especificamente às cidades de Teresina (PI) e Fortaleza (CE), recrutar músicos para formação da Banda de Música da instituição.

No dia 25 de fevereiro de 1989 os militares retornam ao Estado com aproximadamente 80 músicos, os quais foram instalados na sede da então 3ª CIPM, na cidade de Guaraí (TO). Posteriormente, juntaram-se ao grupo outros músicos vindos dos Estados de Pernambuco, Maranhão e Rio de Janeiro. A inclusão dos músicos na PMTO se deu a partir do dia 22 de fevereiro de 1989, data que ficou estabelecida como a da criação da Banda de Música.

No início de 1990 a Banda foi dividida em três frações: 4º BPM, na cidade de Gurupi (1°/01/1990); 2º BPM, em Araguaína (04/01/1990); e no QCG/Palmas, sendo que a fração da capital permaneceu em Guaraí até o dia 18 de outubro de 1992. Em 09 de junho de 1993 foi criada mais uma fração da Banda de Música na sede da 1ª CIPM, em Arraias (TO). O primeiro regente e mestre foi o 2º tenente Antonio Mendes dos Santos, pertencente à Polícia Militar do Estado do Piauí, e contramestre o 3º sargento Abreu. (Fonte histórica: Major Ferreira, subcomandante do QCG)

O trabalho dos músicos da PM não se restringe apenas às tocatas, às apresentações em órgãos públicos, às recepções de autoridades nacionais e internacionais e às já tradicionais cantatas de Natal em finais de ano, realizadas como numa verdadeira romaria. Vai além. A determinação do Comando Geral é que o trabalho desses músicos rompa os muros dos quartéis e toque a sociedade.

 



Indique esta Matéria para um Amigo Indique esta Matéria para um Amigo

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

NCeM Comunicação e Marketing.
Quadra 205 Sul, Alameda 12, Lote 11, QI 11 - Fone: (62) 8261-5775 / (62) 3255-8184 redacao@cenariotocantins.com.br - Palmas - Tocantins