Banqueiro tenta suavizar, mas palavras mostram fraqueza na economia brasileira | Cenário do Tocantins, Notícias, Política, Economia, Agronegócio
Palmas-TO 20/04/2019
Banqueiro tenta suavizar, mas palavras mostram fraqueza na economia brasileira
Embora tente mostrar positividades, palavras mostram que a economia não vai nada bem no Brasil

Embora tente mostrar positividades, palavras mostram que a economia brasileira continua com problemas

Economia fraca afeta crédito no primeiro semestre. Essa foi a opinião do presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, que evidencia que não houve a melhora na economia como é divulgado pelo ministro da Economia, Henrique Meirelles e o presidente Michel Temer.

A diminuição de crédito foi sentido pelo banco com relação aos empréstimos à pessoa física. Isso pode ser reflexo do grau de endividamento do brasileiro, bem como na cautela em contratar novos empréstimos, com juros altíssimos, como sinal de que a economia não vai nada bem.

A expectativa do banco é que no setor jurídico o volume de empréstimo continua a crescer. “Mantida a tendência atual, o crédito voltará a crescer, e carteira de empresas deve se estabilizar”, disse Trabuco em teleconferência com jornalistas.

Embora tente dar um tom otimista, o presidente do Bradesco disse que o banco revisou sua projeção do crédito neste ano. A previsão inicial era de um crescimento de 1% a 5%, mas na revisão a realidade mostrou uma queda entre 1% e 5%, clara demonstração de que a economia brasileira vai de mal a pior.

Luiz Carlos Trabuco observou que o banco atravessou um semestre com economia “estressada, de contrastes”. Isso mostra O impacto do desemprego no cenário econômico brasileiro, considerado peocuoante. “O desemprego não pode passar despercebido”, disse.

A tendência para a margem financeira é de estabilidade e isso se deve principalmente à queda da inadimplência, afirmou. O pico dos calotes, segundo ele, ficou para trás.

O presidente do Bradesco afirmou que o lucro do segundo trimestre ficou em linha com as diretrizes propostas no orçamento do banco e se assentou na diversificação de receitas e na “gestão rigorosa de riscos”.

Trabuco afirmou estar otimista em relação às perspectivas para o Brasil. De acordo com ele, o cenário do segundo semestre pode ser melhor, embora ele tenh falado sobre incertezas devido a eventos inesperados na economia e também na política.

Embora uma “sucessão de eventos econômicos de grande impacto, muitas vezes inesperados, tenha aumentado o sentimento de incerteza, os ativos brasileiros têm se destacado entre investidores globais”, disse Trabuco.

(Com informações do site de notícias Valor/Foto: Divulgação)

Matéria publicada em 27/07/2017



Indique esta Matéria para um Amigo Indique esta Matéria para um Amigo

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Sérgio A. de Oliveira.
Rua 100, Nº 49 Qd. F17 Lt 01- Fone: (62) 98667-5775 / (62) 3255-8184 redacao@cenariotocantins.com.br - Goiânia - Goiás