Equipe Multidisciplinar é tendência para a área de saúde. Faltam patologista oral no Tocantins | Cenário do Tocantins, Notícias do Tocantins, Política, Economia, Agronegócio
Palmas-TO 21/10/2014
Equipe Multidisciplinar é tendência para a área de saúde. Faltam patologista oral no Tocantins

 

Ana Cláudia Garcia Rosa, doutora em Patologia Oral

Ana Cláudia Garcia Rosa, doutora em Patologia Oral

Com o tema “Novas Tendências da Patologia Oral e sua associação com a equipe multidisciplinar”, a doutora em Patologia Clinica Oral, Ana Cláudia Garcia Rosa ministrou palestra a um grupo de dentistas na sede da Associação Brasileira de Odontologia seção Tocantins (ABO-TO). O evento aconteceu nesta terça-feira, em Palmas.

A multidisciplinaridade defendida é o trabalho em conjunto de várias áreas da saúde: fisioterapia, nutrição, fonoaudiologia, cirurgiões gerais entre outros e já é bastante explorado em assistência auxiliar ao idoso.

A Dra. Ana Cláudia afirmou que investir na multidisciplinaridade é a tendência não só para laboratórios que lidam com patologia, mas também para hospitais e clínicas.

“Devemos olhar o paciente como um todo, não só a cavidade oral. Dar uma assistência geral da saúde. Várias manifestações de doenças sistêmicas começam pela boca e assim o cirurgião-dentista pode entrar na parte de diagnóstico inicial”, disse.

A especialidade da patologia oral foi reconhecida em 2005 pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO), em 2008 pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e agora a capacidade de um cirurgião dentista poder laudar lesões relacionadas à boca foi reconhecida pelo Ato Médico e com esse crescimento foi-se incorporando novas tecnologias aos métodos de diagnósticos.

“Técnicas que antes eram restritas ou exclusivas de algumas áreas da saúde, agora são utilizadas na patologia e estomatologia, como é o caso da crioterapia, aplicação do frio para tratamento de lesões orais”, afirmou Ana Cláudia.

De acordo com ela, ainda faltam profissionais nesta especialidade no Tocantins. Até o momento só três patologistas estão registrados no CFO.

“Essa ainda é uma especialidade muito restrita, com poucos profissionais no mercado de trabalho. No Tocantins só tem três patologistas registrados no CFO. Mas a necessidade de tal especialidade tem sido crescente em nossa área”, aifmrou.

O Projeto de Lei citado por Ana Claudia é o 2776/08 que exige a presença de um cirurgião-dentista na UTI e foi aprovado no dia 02 do ultimo mês.

Sobre a necessidade de um cirurgião-dentista se manter atualizado, a Dra. Ana Cláudia finalizou: “A saúde está em constante mudança e a atualização é necessária para que você possa sempre oferecer o melhor ao seu paciente”.

(Com informações da Ascom ABO/Foto: Divulgação)



Indique esta Matéria para um Amigo Indique esta Matéria para um Amigo

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

NCeM Comunicação e Marketing.
Quadra 205 Sul, Alameda 12, Lote 11, QI 11 - Fone: (62) 8261-5775 / (62) 3255-8184 redacao@cenariotocantins.com.br - Palmas - Tocantins