Fala de Rodrigo Maia evidencia organização para enfraquecer a Lava Jato | Cenário do Tocantins, Notícias, Política, Economia, Agronegócio
Palmas-TO 20/10/2019
Fala de Rodrigo Maia evidencia organização para enfraquecer a Lava Jato

 

Presidente da Câmara, Rodigo Maia, após reunião no Palácio Alvorada. Temor com a lista de Janot

Presidente da Câmara, Rodigo Maia, após reunião no Palácio Alvorada. Temor com a lista de Janot

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje (15) que o envio ao Supremo Tribunal Federal (STF) de 83 pedidos de abertura de inquérito sobre citados na delação de ex-diretores da empreiteira Odebrecht, no âmbito da Operação Lava Jato, não vai prejudicar o funcionamento do Congresso Nacional.

Para Maia, as investigações serão uma oportunidade para esclarecer os fatos. Os pedidos foram remetidos à Corte pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sob sigilo, e os nomes dos citados não foram divulgados oficialmente.

Saiba Mais

“Para mim, o inquérito é muito importante porque vai me dar condições de esclarecer os fatos, provando que não há nada contra mim, contra minha conduta e contra minha história. O inquérito vai ser arquivado”, disse Maia, em entrevista à imprensa, depois de participar de reunião no Palácio do Planalto com os presidentes da República, Michel Temer, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).

“A lista Janot não atrapalha. E o mais importante: as instituições estão funcionando. Que o Ministério da Justiça e o Ministério Público continuem avançando nas investigações, que são muito importantes, e que o Congresso continue votando as reformas de que o Brasil tanto precisa, seja na área econômica, seja na área política, para que o Brasil possa superar a crise”, acrescentou o presidente da Câmara.

O jornal online Valor afirma  que Rodrigo Maia é um dos nomes que estão na lista que Janot entrou no STF. Dessa forma deveria ser um dos primeiros a ser afastado da função para que se proceda a puração, caso o STF acate os perdidos de processos apresentados pela PGR.

Uma das principais demonstrações de que a lista já está afentando o andamento dos trabalhos no Congresso foi o encerramento da sessão plenária deliberativa da Câmara por falta de quórum.

A lista de politicos notáveis apresentadas por Janot no STF vem chamando a atenção da imprensa internacional que vê nessa lista a possiblibilidade de enfraquecimento das investigações e julgamentos da Operação Lava Jato.

De acordo com o jornal The Guardian, o fato de que a maioria das principais figuras poíticas e partidos estarem na lista das delações dos ex-executivos da Odebrecht, está fazendo com que esses políticos, Câmara dos Deputados, Senado e Executivo, se mobilizem para tentar criar e votar leis que os livrem das acusações, o que significa, uma tentativa de legalizar a corrupção no país.

Maia e Gilmar Mendes

A reunião ocorrida hoje entre o presidente da República Michel Temer,  os presidentes do Senado Eunício Oliveira (PMDB-CE), da Câmara Rodrigo Maia (PMDB) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes levanta ainda mais a suspeita, uma vez que Mendes tem sido um dos principais representantes do STF que tem impedido que investigações contra Aécio Neves (PSDB) e outros políticos peessedebista.

Os eleitores e cidadãos devem ficar atentos à fala de Maia,uma vez que nas entrelinhas, mostra claramente que já há uma costura para que os processos não tenham andamento no STF.

“Para mim, o inquérito é muito importante porque vai me dar condições de esclarecer os fatos, provando que não há nada contra mim, contra minha conduta e contra minha história. O inquérito vai ser arquivado”, disse Maia, em entrevista à imprensa, depois de participar de reunião no Palácio do Planalto.

Vale lembrar ao deputado que somente após investigações, caso o processo seja acatado por Fachin, é que realmente os fatos serão esclarecidos. Caso contário, nada será provado e mais uma vez ficará na fala de políticos que se julgam acima da lei e do Brasil.

(Com informação da Agência Brasil e The Guardian / Foto: Marcelo Carmago/Agência Brasil)

Matéria publicada em 15/03/2017

 

 



Indique esta Matéria para um Amigo Indique esta Matéria para um Amigo

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Sérgio A. de Oliveira.
Rua 100, Nº 49 Qd. F17 Lt 01- Fone: (62) 98667-5775 / (62) 3255-8184 redacao@cenariotocantins.com.br - Goiânia - Goiás