Mesmo em crise, setores desafiam o pessimismo e contratam novos empregados | Cenário do Tocantins, Notícias, Política, Economia, Agronegócio
Palmas-TO 20/04/2019
Mesmo em crise, setores desafiam o pessimismo e contratam novos empregados

 

Computador-e-tecnologia

Marcado pela pior recessão em quase 70 anos, o Brasil continua gerando recordes no desemprego, fechando o trimestre último (Abril/2017) em 13,6%, ou 14 milhões de pessoas desempregadas, segundo informações do IBGE.

No entanto, há alguns setores da economia que parecem desafiar o pessimismo, afirma o jornal BBC Brasil.

Empresas de tecnologia ou prestação de serviços nessa área, por exemplo, aumentaram as contratações em 20% nos primeiros quatro meses de 2017 ante o mesmo período do ano anterior, nas contas da Page Personnel, multinacional de recrutamento e suporte à gestão.

O setor enfrenta até dificuldade para preencher vagas, segundo Ricardo Haag, diretor-executivo da Page Personnel no Brasil. “E essa diferença entre vagas e candidatos ainda é enorme.”

No final de março deste ano, havia 817 vagas de emprego abertas em 233 start-ups (empresas focadas em inovação e em modelo de negócios para crescimento rápido) nas principais cidades do país, segundo levantamento da escola de tecnologia Gama Academy.

As empresas que concentram as vagas no levantamento da escola são marcas consolidadas no mundo online, como 99 Taxis, Uber, Netshoes e Facebook.

A varejista online de moda feminina Amaro, por exemplo, passou de 120 para 250 funcionários e tem cerca de 30 vagas abertas, para profissionais de perfis variados, como engenheiros de tecnologia, especialistas em marketing, recepcionistas e modelistas.

A jornalista Fernanda Jacob, de 27 anos, trabalhou por quatro anos como repórter de revista em São Paulo, e passou a integrar a equipe de conteúdo da Amaro em abril.

Fernando afirma que a má situação das empresas tradicionais de comunicação pesou em sua decisão pela mudança e com isso preferiu novos caminhos.

“Aqui (no novo emprego) o cenário é totalmente diferente. O que mais queria era poder construir um caminho, ter uma perspectiva maior de crescimento profissional quanto salarial. Os planos e metas são muito concretos aqui, o que permite uma ascensão na empresa mais rápida e palpável”, diz a jornalista.

No entanto, arrumar o novo emprego não é tão simples assoim. As pessoas devem ter características que atendam as necessidades das empresas.

De acordo com o presidente da Amaro, o suíço Dominique Schweingruber, as empresas buscam pessoas que tenham criatividade, persistência e disciplina. “Os melhores profissionais que temos aqui possuem essa abordagem de não esperar ordens para agir, ter ideias, propor inovações”, acrescenta.

Outros setores

Neste novo cenário, vários outros setores também tiveram destaque. De acordo com aBBC, os números mais recentes do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, apontam a indústria química e farmacêutica como empresas que estão em uma situação mais confortável dentro da crise. O que significa que, mesmo na dificuldade econômica do país, o setor está crescendo e geranda emprego.

Outros setores com resultados positivos significativos foram indústria calçadista (19.336 contratações líquidas), têxtil e vestuário (16.333) e serviços médicos e odontológicos (15.277).

Setor de Serviços

O setor de serviços como um todo, maior empregador da economia brasileira, encerrou o primeiro quadrimestre com saldo positivo de 55.703 vagas, após registrar em 2016 o pior ano da história no mercado de trabalho formal, com eliminação de 390 mil postos de trabalho.

Sobre carreiras específicas, os destaques nesta fase de primeiros sinais de recuperação da economia são as área financeira (ramos como tesouraria, contabilidade e tributos) e comercial, afirma Ricardo Haag, da Page Personnel. A empresa de recrutamento identificou aumento de 18% nas vagas na área comercial no primeiro quadrimestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2016. (Informações BBC Brasil/Foto: Divulgação)

Matéria publicada em 31/05/2017



Indique esta Matéria para um Amigo Indique esta Matéria para um Amigo

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Sérgio A. de Oliveira.
Rua 100, Nº 49 Qd. F17 Lt 01- Fone: (62) 98667-5775 / (62) 3255-8184 redacao@cenariotocantins.com.br - Goiânia - Goiás