Morosidade do STF nos processos da Lava Jato gera controversias e levanta suspeitas | Cenário do Tocantins, Notícias, Política, Economia, Agronegócio
Palmas-TO 12/12/2018
Morosidade do STF nos processos da Lava Jato gera controversias e levanta suspeitas

 

Pleno do STF em julgamento do processo que derruba rito imposto por Eduardo Cunha

Pleno do STF em julgamento do processo que derruba rito imposto por Eduardo Cunha

O Supremo Tribunal Federal (STF) não está tendo competência para julgar os processos que envolvem políticos com foro privilegiado ou querem protegé-los. Pelo menos esse é o sentimento da maioria dos brasileiros que vêm os processos que não são julgados pelos “deuses magistrados”.

Embora a primeira fase da Operação Lava Jato, deflagrada em março de 2014, tenha denunciado vários políticos por envolvimetno em corrupção, já fazem três anos que o STF patina e não julga ninguém.

As denúncias se acumulam e a maioria dos políticos delatados e denunciados por envolvimento em esquemas de corrupção, como os senadores Aécio Neves, Romero Jucá, Renan Calheiros e outros, não julgados pelos supostos “deuses” do Brasil.

Até agora somente quatro políticos entre os denunciados viraram réus: a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e os deputados Nelson Meurer (PP-RJ) e Aníbal Gomes (PMDB-CE).

Em contraste, o juiz Sergio Moro já condenou 87 pessoas, algumas mais de uma vez, por diferentes crimes, totalizando 125 sentenças. Entre eles estão políticos sem mandato e que, portanto, perderam o foro, como o ex-ministro José Dirceu (PT) e o senador Gim Argello (ex-PTB).

De acordo com a BBC, a grande diferença de ritmo das duas instâncias do Judiciário causa controvérsia e deixa má impressão no cidadão contra a suprme corte. O problema maior é que alguns ministro brincam de deuses com seus comentários e decisões exdrúxulas e jocosos.

Devido à morosidade e cegueira ou surdez com relação a procuessos que envolve alguns políticos, ditos amiginhos dos ministros, há quem veja nessa suposta lentidão do Supremo uma janela aberta para a impunidade.

A matéria da BBC fala sobre cinco pontos que podem explicar a morosidade do STF nos julgamentos e detrimento à agilidade de Sérgio Moro no julgamento dos processos, que pode ser observado clicando aqui(Foto: Divulgação Internet)

Matéria publicada em 14/03/2017 – Matéria alterada às 15h 55 minutos 



Indique esta Matéria para um Amigo Indique esta Matéria para um Amigo

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Sérgio A. de Oliveira.
Rua 100, Nº 49 Qd. F17 Lt 01- Fone: (62) 98667-5775 / (62) 3255-8184 redacao@cenariotocantins.com.br - Goiânia - Goiás