Pesquisa CNI/Ipope mostra aumento na reprovação do governo Michel Temer até 85% | Cenário do Tocantins, Notícias, Política, Economia, Agronegócio
Palmas-TO 19/10/2019
Pesquisa CNI/Ipope mostra aumento na reprovação do governo Michel Temer até 85%
Temer tem maior índice de reprovação em pesquisas desde José Sarney

Temer tem maior índice de reprovação em pesquisas desde José Sarney

Mais uma vez a avaliação do presidente Michel Temer (PMDB) é negativa e os brasileiros pesquisados mostram sua insatisfação com o seu governo. A cada pesquisa os resultados mostram que ele, cada vez mais, é desaprovado na opinião do brasileiro, de acordo pesquisa do CN/Ibope.

 

A avaliação de ruim ou péssima na atual pesquisa é de 70% equanto que no levantamento anterior realizado em março, essas parcelas eram 31% e 55%, respectivamente. A regular fica em 21%.

É a pior  avaliação de um governo desde o início da pesquisa CNI/Ibope, na gestão do presidente José Sarney (PMDB).

O gerente-executivo de pesquisa e competitividade da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Renato da Fonseca, afirmou nesta quinta-feira que a má avaliação do governo Temer, o pior avaliado desde a redemocratização, pode ser atribuída a dois fatores: a crise econômica e a delação da JBS. O aumento no preço dos combustíveis não foi medido porque a pesquisa foi realizada antes do anúncio.

“Certamente o caso JBS foi um dos fatores que determinaram essa piora”, afirmou. A delação da JBS abriu uma crise política, com a apresentação de denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra Temer pelo crime de corrupção passiva. O pemedebista é o primeiro presidente da história denunciado no exercício do mandato.

O percentual dos que não confiam em Michel Temer passou de 79% para 87%, mostrando que o brasileiro não acreditam na honestidade do presidente.

O levantamento CNI/Ibope mostrou ainda que a aprovação pessoal de Temer está em 11% no período e a confiança no presidente somente 10% dos entrevistados disseram confiar.

Contratado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Ibope ouviu 2 mil pessoas em 125 municípios entre os dias 13 e 16 de julho. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Políticas do governo

A maioria da população desaprova as políticas do governo atual para combate à inflação, ao desemprego e à fome, segundo a pesquisa CNI/Ibope 84% dos entrevistados não aprovam o governo de Michel Temer e nem as reformas forjadas por ele.

As políticas de combate à fome e à pobreza também têm avaliações negativas quando 80% dos entrevistados acreditam que não há uma política focada na solução desses problemas, mostrando, inclusive, que houve aumento na pobreza e no número de pessoa passando fome.

Outro ponto avaliado foi o combate à inflação. Mais uma vez os resultados mostram que o brasileiro  não acreditam que o governo esteja fazendo alguma coisa para reduzir o dragão que assola o país, 77% que desaprovam as medidas de Michel Temer para controlar a inflação.

A saúde, área muito sensível e que tem sofrido com os cortes de recursos feitos pelo governo, também reflete o resultado de instisfação da população na pesquisa sobre o governo de Temer, 85% dos entrevistados desaprovam a politica de saúde desenvolvida pelo atual governo.

O mesmo cenário se repete na educação, onde 75% dos brasileiro entrevistados reprovam as ações de Michel Temer para o setor.

Em todas as pesquisa, os números de insatisfeitos aumentam e mostram que Michel Temer não tem condições de governar o país e livrá-lo da atual crise política, econômica e social. (Foto: Divulgação)

Matéria publicada em 27/07/2017



Indique esta Matéria para um Amigo Indique esta Matéria para um Amigo

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Sérgio A. de Oliveira.
Rua 100, Nº 49 Qd. F17 Lt 01- Fone: (62) 98667-5775 / (62) 3255-8184 redacao@cenariotocantins.com.br - Goiânia - Goiás