Palmas-TO 21/07/2018
Salário mínimo de R$ 954 entra em vigor. Aumento insignificante

 

Henrique Meirelles e Michel Temer, desculpas para aumento ínfimo do salário mínimo

Henrique Meirelles e Michel Temer, desculpas para aumento ínfimo do salário mínimo

O novo salário mínimo já está em vigor e tem o menor reajuste dos últimos 24 anos. Sem acompanhar a inflação, o governo de Michel Temer (PMDB), capitaneado pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSB), concedeu um aumento de 1,81% ao Salário Mínimo. Agora o salário vale R$ 954, um aumento de R$ 17.

O reajuste foi feito pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior, que é calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. Como o resultado do PIB de 2016 foi negativo, o reajuste do salário mínimo foi calculado apenas pelo INPC, estimado pelo governo em 1,81%.

A desculpa do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles para o aumento insignificante do valor do salário mínimo é que ele foi determinado pela aplicação da lei, e não por escolha política.

“O salário mínimo basicamente está definido por lei. Porque o salário mínimo é definido por crescimento do PIB e inflação. Então é meramente uma questão de definir esses itens”, disse Meirelles em outubro, ao participar de evento em São Paulo.

No entanto, Meirelles se esconde no fato de que o aumento foi repassado apenas baseado no PIB, não levando em consideração a inflação “oficial” de 3,03%. Embora com um valor baixo, a aplicação do percentual da inflação o reajuste contribuiria para minimizar as perdas do salário mínimo.

A atual fórmula de reajuste do salário mínimo foi criada em 2012, ainda no governo da então presidente Dilma Rousseff, e deve valer até 2019.

Como o reajuste ficou abaixo da estimativa anterior, o governo deve economizar cerca de R$ 3,3 bilhões em gastos este ano.



Indique esta Matéria para um Amigo Indique esta Matéria para um Amigo

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Sérgio A. de Oliveira.
Rua 100, Nº 49 Qd. F17 Lt 01- Fone: (62) 98667-5775 / (62) 3255-8184 redacao@cenariotocantins.com.br - Goiânia - Goiás